Afinal a taxa de desemprego começou o ano com uma estabilização que deverá ser seguida de uma nova queda. Segundo os dados publicados esta sexta-feira, 29 de março, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o desemprego estabilizou nos 6,6% em janeiro, a mesma marca de dezembro, e baixou para 6,3% em fevereiro, um mínimo de agosto de 2002. Os dados revelados até ao momento indicavam que em janeiro a taxa de desemprego tinha subido para os 6,7%, mas esta foi revista em baixa para 6,6%, o mesmo valor de dezembro.

Esta é a primeira queda da taxa de desemprego mensal desde setembro do ano passado. Desde então o desemprego tinha estabilizado nos 6,6%, tendo registado até uma subida para 6,7% em novembro que depois viria a ser revertida em dezembro.  Em janeiro, “comparando com o mês precedente, a população desempregada diminuiu 0,7% (2,3 mil pessoas) e a população empregada aumentou 0,1% (7,0 mil)”, detalha o gabinete de estatísticas no destaque divulgado esta sexta-feira.

Estes valores são ajustados de sazonalidade. No caso de fevereiro, a população desempregada – cuja estimativa provisória foi de 327,3 mil pessoas – diminuiu 4% (13,5 mil) face a janeiro. A taxa de desemprego jovem terá baixado de 17,6% em janeiro para os 16,4% em fevereiro.

No Orçamento do Estado para 2019, o Governo contava com uma redução da taxa de desemprego de 7% em 2018 para 6,3% em 2019. O Executivo projetou uma travagem da criação de emprego de 2,3% em 2018 para 0,9% em 2019.

Fuente: https://www.cmjornal.pt/economia/detalhe/desemprego-desce-para-63-em-fevereiro-para-minimos-de-2002?ref=economia_destaque